terça-feira, 29 de julho de 2008

I will be myself to the very end...

Boa madrugada, fiéis leitores.

Ao visitantes mais assíduos, creio que todos viram o resultado da "campanha viral" do novo filme do Batman no meu blog. Devo dizer que eu gostei muito, mas que precisei removê-los daqui para poder postar coisas mais sérias.

Cá estou eu, de volta à minha terra. Finalmente, após um mês e um pouquinho de descanso mais do que merecido ao lado da minha namorada, retornei para conhecer minha casa nova.

E devo dizer que adorei esse "cafofo". É grande, aconchegante, frio... Um lugar que é exatamente o que eu esperava. E é nele que faço a postagem de hoje. Do lado de uma pia, que em breve será removida, para que meu cantinho fique mais espaçoso ainda.

Bom, devo dizer que estou praticamente no Paraíso estando aqui. Já estou organizando tudo para ficar um ambiente mais "Magus", mais com o meu toque pessoal... Penso até em comprar alguns quadros baratinhos pra decorar mais o ambiente...

Porém, não é só disso que vive o homem, correto?

Pois bem, amanhã farei excepcionalmente outro post (talvez hoje mesmo, afinal já passa da meia noite), para dizer o resultado de uma das maiores esperas da minha vida: a contratação. A prova de que os meus dois anos de SENAI valeram para algo mais do que simplesmente comprar tudo que eu queria... E tudo depende de como será a manhã de hoje. Então, peço-lhes sua torcida, afinal titio Magus precisa de grana pra ver a namorada, que mora longe pacas!

E foi nesse clima mais animado que eu vim embora pra Santo André, iniciar mais um período da minha vida. Vislumbrando o futuro, espero ter feito as escolhas certas para que não me perca no meio do caminho...

Só que eu sou um cara cheio de dualidades, todos sabem disso. Vim para cá também um poço de tristezas, deixando minha querida amada em sua casa, longe de mim, novamente... Não chegue a desmontar completamente por dentro, como já havia acontecido, mas fiquei realmente baqueado com mais esse "Até logo". Meu, passar esse mês ao lado dela foi algo excepcional. Tivemos várias briguinhas, por assuntos totalmente desnecessários (tá, alguns dos casos só ¬¬'), chegamos a dizer certas coisas que deveriam ter sido evitadas... Porém, pela primeira vez, brigas em um relacionamento serviram pra aumentar o quanto estava conectado à ela. Da mesma forma que ela também se sentiu assim, pois ali ela percebeu o quanto nosso amor um pelo outro era forte...

Mas também, sete meses de namoro já. Se não tivessem ocorrido brigas, nós seríamos o casal mais perfeito do universo. Coisa que sei que, pelo menos da minha parte, estou muito longe de ser. Brigamos muito, porém as reconciliações foram sempre recheadas de lindos momentos lado a lado. Os dois tentavam compensar as discussões com carinho, atenção e afeição... E olha que dizem que ela é criança hein... Se ela fosse mesmo criança, já teria puxado seu carro na primeira discussão, coisa que já aconteceu comigo... Já fui deixado de lado por isso, acreditam?

Mas, deixemos o passado de lado. Ele já foi, teve sua vez de brilhar e a desperdiçou... Viva ao presente então!

Bom, saindo da típica melação de namorado apaixonado (eu sei, eu me deixo levar às vezes ¬¬'), voltemos aos complexos dilemas. Voltei de lá realmente puto com algumas pessoas, por coisas que fizeram e falaram, voltei mais amigo de velhos amigos, muito importantes por sinal, conheci pessoas novas, aprofundei relações mais "finas" e até aprendi coisas novas... Devo dizer que essa viagem foi realmente proveitosa.

Também, pudera. Sabe-se lá quando voltarei a ter um período de descanso desse tipo novamente. Pois é, acabaram-se os feriados desse ano...

Mas como tudo se acerta no final, e o fim da ópera toda só rola depois que a mulher gorda dá o último agudo, vou fazendo minha parte daqui para poder revê-la, e assim voltar aos braços de minha amada...

A meus amigos especiais que deixei em Junqueira, fica aqui meu agradecimento pelo excelente tempo que passei por aí. À minha amiga Lekker, fica aqui meu agradecimento pelos puxões de orelha merecidos...

E o agradecimento especial fica pra duas pessoas especiais: papai de lá de cima, que permitiu que eu viajasse em segurança, tanto na ida como na volta (sim, eu tenho meu pézinho atado ao moço de lá), e para minha amada namorada, que me faz tão feliz e tão completo, mesmo que estejamos tão distantes fisicamente um do outro...

Um comentário:

Lekkerding. disse...

Bom saber que a viagem deixou você novo em folha, Eddie.
Muuuuito bom saber!
Melhor ainda ver que a casa nova está a seu gosto.
A partir de agora, vamos tocer pelos ventos da mudança, que sejam bons e soprem sempre ao Norte!

E sem emar.
Beijos